CURSO DE VERÃO 2019

A acolhida à pessoa estrangeira é um testemunho evangélico (Mt 25,36).

O acolhimento de migrantes e refugiadas/os é hoje, para nós, lideranças sociais e de pastorais, uma exigência evangélica e política. Dar-lhes visibilidade e condições de vida com dignidade é missão premente das Igrejas e instituições sociais, religiosas e ecumênicas diante da conjuntura sócio-política e econômica, nacional e internacional, de mitigação dos direitos sociais em prol do desenvolvimento econômico.

Para enfrentar este desafio que se apresenta na atualidade, com milhões de pessoas em fluxos migratórios, jogadas de um canto para outro em busca de um lugar seguro para viver com dignidade, é preciso preparação com consciência e compromisso cidadão.   

Nesse sentido, há 32 anos o Curso de Verão busca oferecer um espaço de qualificação pessoal, com diálogo entre teoria e prática na perspectiva da educação popular, buscando a autonomia das pessoas e seu engajamento pastoral e social, com vistas à transformação social.

Nesta edição de 2019, com o tema POR UMA CIDADE ACOLHEDORA: SOMOS TODOS MIGRANTES e a presença de 481 participantes, contamos, uma vez mais, com a parceria de pessoas e de instituições que se colocaram, generosamente a serviço da formação ecumênica e popular, num mutirão de serviços que envolveu 164 pessoas voluntárias durante o curso: equipes de monitoria, assessoria, secretaria, banco de dados , comunicação, almoxarifado, alimentação, hospedagem, animação e música, liturgia, chá e bem-estar, além dos/das artistas da caminhada e da equipe executiva do CESEEP.

Neste mutirão estão também as instituições que nos apoiaram: PUC-SP e TUCA (espaços do teatro e saldas de aula); Paulus Editora (publicação do livro), além de instituições e famílias que hospedaram os/as cursistas em suas casas ou comunidades durante o curso.

Agradecemos imensamente a todos e todas que, de alguma forma, contribuíram para que o curso lograsse êxito. De modo especial, agradecemos à Cecília Bernardete Franco, coordenadora do curso, pelo seu empenho e dedicação na articulação com as igrejas, comunidades e movimentos sociais presentes nesta edição. Seu jeito firme e, ao mesmo tempo carinhoso de coordenar, nos dá a segurança e o apoio necessários para a continuidade do mutirão.

Por último, oferecemos este curso ao Pe. José Oscar Beozzo, coordenador geral do CESEEP, que se encontra afastado para tratamento de saúde. Sua ausência preencheu todos os espaços deste curso, no TUCA e em cada sala ou corredor onde pulsou a vida e a energia de cada pessoa – e que pudemos cantar em sua presença física, no dia do seu aniversário (14/01). Desejamos que fique bem, pois o amamos e porque precisamos de você na luta por um mundo melhor, mais justo e solidário.

Despedimo-nos desta edição com alegria e com a certeza de que a reflexão aqui realizada contribuirá para que as pessoas possam retornar aos seus locais de origem, prenhes de esperança e com coragem para enfrentar os desafios que a cidade apresenta nos campos social e pastoral em relação ao acolhimento dos migrantes e refugiados. 

 

Lourdes de Fátima Paschoaletto Possani

Coordenadora Geral do CESEEP

(em exercício)

2019-01-18T12:47:50+00:00

Deixe um Comentário