Refundar

Para um mundo de milênios,

O Brasil é do novo mundo,

Ainda é criança,

Aprendendo caminhar,

Tateando entre as escolhas,

Da melhor maneira de governar.

 

Como criança, ainda olha,

Procurando o que imitar,

Vê esquerda e direita,

E fica a pensar,

Existe uma nova maneira,

Para o mundo refundar?

 

Dizem de uma terceira via,

De uma tal de democracia,

Que pensa no social,

Mas é criança que também tateia,

Entre o bem e o mal,

Num mundo que é neoliberal.

 

A voz da criança que nasce,

Pede direito à vida,

Necessitada do amor,

Nasce sempre clamando,

Acabem com tanta ganância,

Tenham um pouco de decência.

 

Trabalho, justiça, respeito e paz,

São valores da nova democracia,

Onde DEUS tem a primazia.

O capital do mundo é todo dele,

É a partilha que humaniza

A convivência social.

 

A voz da criança ainda chora,

Quer carinho, presença e harmonia,

Quer escola com plena alegria,

Onde possa criar e tudo refundar,

Crescer sempre sem medo,

Ao ver o AMOR triunfar.

 

Pe Jose Vanin Martins 

2018-12-26T15:42:20-03:00

Deixe um Comentário