As ações do Conselho Mundial De Igrejas – CMI – Em favor da Justiça e da Paz

Magali do Nascimento Cunha, professora e jornalista, trouxe para o Curso Latinoamericano de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso, dados importantes sobre a trajetória do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), desde a sua criação, em 1948 até o momento. O sofrimento dos empobrecidos, em várias partes do mundo, provocados pela fome, pelo racismo e por outras formas de discriminação e exploração foi a principal razão da unidade das Igrejas cristãs. Seu testemunho como membro do CMI tornou ainda mais importante a sua contribuição sobre o tema tratado no curso – Ecumenismo: o caminho para a aliança entre os povos em favor do bem comum. 
Para refletir com o grupo, Magali convidou o prof. Alexandre Pupo Quintino, que falou sobre seu trabalho pelo CMI na Palestina. Depoimento importante para compreender os desafios do CMI na luta pela paz no mundo.
2019-07-10T12:09:23-03:00

Deixe um Comentário