Fraternidade e biomas brasileiros em defesa da vida

mosaico_cf_2017_01a“Da Amazônia até os Pampas,
do Cerrado aos Manguezais,
chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz” – Campanha da Fraternidade 2017.

Dia 13 de janeiro, oitavo dia do Curso de Verão 2017, continuando o aprofundamento sobre “Educar para a paz em tempos de injustiças e violência”, os participantes refletiram sobre os Biomas Brasileiros e a Defesa da Vida a partir da leitura de fragmentos do vídeo oficial da Campanha da Fraternidade 2017. “Somos responsáveis pela vida e chamados a cuidar de toda a criação, por isso, é importante estarmos atentos aos sinais que produzem a morte como, por exemplo, a ganância, a concentração de terras, de renda e de recursos naturais, o desmatamento, a poluição do meio ambiente”, afirmou padre José Oscar Beozzo, coordenador das atividades. Disse que é preciso transformar a realidade e ter um posicionamento comprometido com a vida, defendendo-a e protegendo-a.

A novidade do dia foi o protagonismo dos cursistas na apresentação sobre quatro biomas: Mata Atlântica, Amazônia, Caatinga e Pampa; trazendo elementos do cotidiano, incluindo lutas e desafios atuais para a preservação desses biomas. “A palavra ‘caatinga’ significa mata branca. Retém as energias e água em sua raiz aguardando o momento próprio para explodir vida. A caatinga tem uma ligação muito forte com o povo do nordeste, pois faz parte de sua realidade”, afirma Rubens Pita. “Os desmatamentos e as queimadas trazem impactos, mas as grandes empresas também causam impactos negativos na caatinga”, complementa.

Em relação a Amazônia é preciso elaborar diversos projetos para desenvolver o tratamento do esgoto, evitando que seja jogado no rio, pois “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações, diz o artigo 225 da Constituição brasileira”, apresentou o cursista Paulo.

O tema de hoje aponta para a necessidade da união de todas as pessoas para a superação das graves violências que destroem os biomas. É um tema de caráter coletivo e universal, com implicações na vida de cada um.

Você também pode utilizar o material da Campanha da Fraternidade em seus trabalhos diários. Para obter mais informações acesse: www.portalkairos.org, www.campanhadafraternidade2017.com.br, www.cnbb.org.br

 

 

2018-07-12T22:11:43-03:00

Deixe um Comentário